Notícias

10 atitudes de um empreendedor que sabe liderar

Exame.com | PME - 23/10/2014
27 Out 2014

Escrito por *Henri Cardim, especialista em coaching

Editado por Priscila Zuini, de EXAME.com

Você sabe liderar sua empresa? Ser um empreendedor líder significa respeitar as pessoas, inspirar a equipe e conseguir tirar o melhor de cada um na pequena empresa. Sem isso, as pessoas não caminham na mesma direção e quem perde é o próprio negócio. Veja quais atitudes estão ligadas a um perfil de liderança:

1. Respeitar gente: saber identificar as emoções das pessoas, compreender a forma que o outro sente e respeitar seu momento é essencial. Ouvir sem interromper, pois assim conquista-se o respeito, molda-se o ambiente, une a equipe e, em consequência, há aderência à causa proposta.

2. Diversificar fontes de informações: já é consenso entre os estudiosos de liderança e gestão de pessoas que quanto mais informação de qualidade, maior a possibilidade de entendimento das causas do problema e sua solução.

3. Inspirar com o exemplo: líderes carismáticos são seguidos por sua capacidade de se colocar no lugar do outro. É importante ser positivo e firme em suas ações e principalmente apresentar congruência entre o que é falado e o que é praticado.

4. Extrair o melhor: tenha a habilidade de extrair o melhor de cada pessoa e de cada situação. Mesmo diante de fortes pressões e do novo, mostre o modo de fazer e acompanhe de perto até o resultado. Saiba assumir os riscos e erros e ser grato pelos acertos dos liderados.

5. Comunicar o propósito: saiba fazer com que percebam a sua importância no contexto e no mundo, deixando claro o seu papel e o quanto aquilo é relevante. A comunicação precisa ser simples e clara.

6. Gerar riqueza: o que se espera sempre é o resultado. Saber aonde se quer chegar, com os recursos e pessoas disponíveis, é o desafio. A equipe tem capacidade de realizar sozinha 95% do que o líder faz, por isso o que se espera é que estes 5% restantes sejam brilhantes.

7. Coragem para decidir: quando se tem informação e conhecimento o ato de decidir se torna menos difícil, mas mesmo assim exige coragem a todo o momento, principalmente para priorizar e assumir os erros e frustrações que fazem parte da história dos lideres bem sucedidos. Seja responsável pelos resultados da equipe, sendo bons ou ruins.

8. Humildade: saber reconheça o potencial da equipe, que por vezes terá mais competência em determinado assunto que o próprio líder. Dê feedback de forma objetiva, profissional e educada. Reconheça o erro e o acerto da equipe, deixando claro o que se entende como inadequado, servindo de exemplo para os demais do grupo.

9. Negociador: saiba negociar a cada situação de exceção, sendo flexível; ser persistente e criativo em cada fase complexa. Os líderes conseguem, mesmo em situações de tensão, manter equilíbrio em negociar, sendo capazes de ceder para chegar ao bem comum.

10. Ser justo: espera-se senso de justiça do líder. Em avaliar de forma isenta os problemas, independente da pessoa. Principalmente em suas contratações, promoções e demissões, deixar claro o critério usado em cada situação.

* Henri Cardim é palestrante focado em líderes e sucessão em empresas e consultor de negócios.

Assuntos relacionados: