Pesquisas

Acompanhar pesquisas e tendências de mercado ajuda o empreendedor a planejar melhor seus investimentos e enxergar primeiro as oportunidades e evitar erros no futuro. Confira aqui pesquisas de diversas áreas e setores realizadas pelos nossos parceiros.

As PMEs que mais crescem no Brasil - Edição 2014

A 9ª edição da pesquisa "As PMEs que mais crescem no Brasil" traz o ranking das 250 pequenas e médias empresas que mais cresceram no País nos últimos três anos, além de revelar visões e tendências sobre um tema que cada vez mais ganha relevância no universo empresarial: qualidade de vida e bem-estar no ambiente de trabalho.

Fonte: Deloitte

Pesquisa de Plataformas de E-commerce

A ABComm em parceria com o Ecommerce News e a ComSchool realizou o 1o estudo nacional sobre plataformas de e-commerce. A pesquisa escutou mais de mil lojas virtuais quanto à satisfação com os serviços prestados por sua plataforma.

Fonte: ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico

Comércio eletrônico cresce 24% em 2014

A 31ª edição do relatório WebShoppers aponta uma crescente participação de sites internacionais na preferência dos brasileiros. Ao todo, o Brasil soma 61,6 milhões de e-consumidores únicos, aqueles que já fizeram ao menos uma compra online. Em 2014, 51,5 milhões estiveram ativos.

Fonte: Fecomercio-SP

Faturamento das micro e pequenas empresas paulistas cai 18% em fevereiro

A pesquisa Indicadores Sebrae-SP é realizada mensalmente, com apoio da Fundação Seade. São entrevistados 2.716 proprietários de MPEs do Estado de São Paulo por mês. No levantamento, as MPEs são definidas como empresas de comércio e serviços com até 49 empregados e empresas da indústria de transformação com até 99 empregados, com faturamento bruto anual até R$ 3,6 milhões. Os dados reais apresentados foram deflacionados pelo INPC-IBGE.

Fonte: Sebrae-SP

Intenção de consumo das famílias paulistanas atinge a menor pontuação desde janeiro de 2010, aponta FecomercioSP

De acordo com a pesquisa, as famílias paulistanas reduziram ainda mais a intenção de consumo em abril, e entre os s principais motivos estão a inflação, a elevação dos juros e da tarifa de energia, a perspectiva de recessão e o aumento nas demissões.

Fonte: Fecomércio-SP

Pesquisa Empreendedores com deficiência

Em material inédito, o Sebrae-SP mapeou o papel dos deficientes físicos do mercado empreendedor no estado de São Paulo. Quem são essas pessoas, como estão distribuídos, quanto faturam e em que condições atuam. Acesse a pesquisa na integra e saiba tudo sobre o papel inclusivo do empreendedorismo, hoje, responsável pela renda de 25% dos deficientes físicos economicamente ativos no estado.

Fonte: Sebrae-SP